conecte-se conosco


Esportes

Vidal, do Barcelona, revela desejo de jogar no Flamengo um dia: “Grande torcida”

Publicado

em

Lance


Vidal em campo pelo Barcelona
AS.com

Vidal em campo pelo Barcelona

A torcida do Flamengo tem atraído fãs ao redor do mundo. Volante do Barcelona e da seleção chilena, Arturo Vidal é um deles. Amigo de brasileiros como Rafinha, Douglas Costa e Renato Augusto, o jogador reiterou o desejo de atuar no Rubro-Negro, em entrevista para a DirectTV. 

“Eu amo o futebol brasileiro e gostaria de jogar naquele país algum dia. Gostaria de jogar no Flamengo , que é um time de apaixonados como eu, que tem uma grande torcida, que ama o futebol como eu,” declarou Vidal .

Leia também: Apalavrado com o Flamengo, Rafinha anuncia despedida do Bayern de Munique

Em 2018, ainda no Bayern de Munique , o volante da seleção chilena havia revelado o desejo de atuar pelo Rubro-negro em algum momento da carreira – que surgiu após conhecer o Maracanã, na Copa do Mundo de 2014.

“Eu estive no Maracanã na Copa de 2014, seria lindo estar lá com a torcida do Flamengo. Sim, eu gosto disso (calor da torcida). Espero poder jogar no Flamengo, seria um sonho”, disse Vidal em entrevista ao ‘Canal Pilhado’.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

Pedrinho marca no começo e Corinthians impõe primeira derrota ao São Paulo

Publicado

em

por

Lance


Pedrinho marcou o gol da vitória do Corinthians no clássico contra o São Paulo
Marcelo Machado de Melo/Fotoarena/Agência O Globo

Pedrinho marcou o gol da vitória do Corinthians no clássico contra o São Paulo

Rotina mantida. Assim pode ser definida mais uma vitória do Corinthians sobre o São Paulo na Arena, em Itaquera. Neste domingo, com gol de Pedrinho, o Timão fez 1 a 0 no Tricolor, que segue sem vencer na casa do rival. Assim, o Corinthians chegou a três vitórias seguidas – duas pelo Brasileiro e uma pela Sul-Americana. Já o Tricolor completou o terceiro jogo seguido sem vitórias – um empate e duas derrotas. Primeira derrota no Brasileirão .

Na próxima rodada do Brasileiro, no domingo, o São Paulo recebe o Cruzeiro no Pacaembu. Antes disso, na quarta, visita o Bahia precisando de uma vitória para se manter na Copa do Brasil. O Corinthians volta a campo na quinta, pela Sul-Americana, contra o Deportivo Lara, na Venezuela. A partida do Timão pela sétima rodada do Brasileirão, contra o Goiás, ainda não tem data definida. 

Pedrinho confirma boa fase 

O começo do jogo deixou a impressão de que seria fácil para o Corinthians. Logo aos 6 minutos do primeiro tempo, o Timão abriu o placar na Arena. Fagner tentou um cruzamento para Vagner Love, mas a zaga afastou. No rebote, a bola voltou para o lateral-direito, que passou para Pedrinho, na entrada da área. O meia-atacante finalizou, a bola desviou em Arboleda e enganou Volpi. Foi o segundo gol de Pedrinho nos últimos três jogos – ele também marcou contra o Athletico Paranaense, pelo Brasileiro. 

Muita disputa, pouco futebol 

Com o placar aberto, o Corinthians deixou a posse de bola com o São Paulo. Mas a equipe tricolor teve muita dificuldade em criar jogadas ofensivas – tanto pela boa marcação do Timão como pela falta de criatividade da própria equipe. O time do técnico Cuca até conseguia chegar perto da área trocando passes, mas não levava perigo ao goleiro Cássio. Enquanto isso, o Timão também não conseguia ser efetivo ao recuperar as bolas. 

Aos 23 minutos, o São Paulo chegou a marcar um gol, mas foi acertadamente anulado por impedimento de Arboleda, que finalizou para o gol após rebote de Cássio em uma cobrança de falta bem batida por Reinaldo. Depois, o Tricolor só voltou a assustar aos 38, numa cabeçada de Bruno Alves que passou perto da meta corintiana. 

Já o Timão só voltou a ter uma chance clara de gol aos 43, após boa troca de passes entre Pedrinho e Fagner. O lateral-direito recebeu na frente e cruzou para a entrada da área. Júnior Urso pegou forte, de primeira, mas no meio do gol, e Volpi fez a defesa. 

Pato vaiado 

Sem muitas boas lembranças da passagem de Pato pelo Corinthians, os torcedores do Timão vaiavam o atacante do São Paulo sempre que ele pegava na bola. Numa dividida de bola na segunda etapa, entre Pedrinho e Pato, o jogador do time da casa levou a melhor, com direito a drible sobre o Pato depois, e a torcida comemorou quase como se fosse um gol. 

Nada mudou 

O panorama do segundo tempo foi muito parecido com o primeiro. Mesmo com as mexidas de Cuca, o São Paulo não conseguiu ser mais objetivo. Trocava passes perto da área do Corinthians, mas não conseguia infiltrar. A melhor chance do Tricolor só aconteceu aos 40, num chute forte de fora da área de Helinho, que passou perto do gol de Cássio. Enquanto isso, o time de Carille seguia apostando nos contra-ataques, principalmente com Love, Pedrinho e Fagner. Num desses lances, nos acréscimos, Gustagol perdeu um gol cara a cara com Volpi. 

Confusão no final 

No fim da partida, Sornoza segurou Hernanes no meio e o juíz marcou a falta. Com o jogo já parado, o braço do são-paulino atingiu peito do equatoriano, que caiu no chão. O juiz Flávio Rodrigues de Souza mostrou o cartão vermelho para Hernanes, o que gerou muita reclamação dos jogadores do Tricolor. Mas, após consulta ao VAR, o árbitro retirou o cartão vermelho e mostrou apenas o amarelo. 

FICHA TÉCNICA 
CORINTHIANS 1 x 0 SÃO PAULO 

Data/Hora : 26/05/2019, às 19h. 
Local : Arena Corinthians, em São Paulo (SP) 
Árbitro : Flávio Rodrigues de Souza (SP) 
Assistentes : Marcelo Van Gasse e Daniel Luis Marques (ambos de SP) 
Quarto Árbitro : Ilbert Estevam da Silva (SP) 
VAR : Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP) 
Assistentes do VAR : Vinicius Furlan e Alex Ang Ribeiro (ambos de SP) 
Público/Renda : 39.378 pagantes e 39.670 presentes/R$ 1.916.228,30 
Gramado : Bom 
Cartões amarelos : Júnior Urso, Danilo Avelar e Sornoza (COR), Antony, Igor Vinícius, Igor Gomes e Hernanes (SAO) 
Cartão vermelho : – 

GOLS : Pedrinho, 6’/1ºT (1-0) 

CORINTHIANS 
​Cássio; Fagner, Manoel, Henrique e Danilo Avelar; Ralf, Júnior Urso e Sornoza; Pedrinho (Mateus Vital, 27’/2ºT), Vagner Love (Gustagol, 36’/2ºT) e Clayson (Ramiro, 41’/2º). Técnico : Fábio Carille 

SÃO PAULO
Tiago Volpi; Igor Vinícius (Igor Gomes, 24’/2ºT), Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Hudson, Tchê Tchê e Vitor Bueno (Helinho, 34’/2ºT); Antony, Everton (Hernanes, 13’/2ºT) e Pato. Técnico : Cuca

Continue lendo

Polícia

Política MT

Política Nacional

Polícia Federal

Mais Lidas da Semana