conecte-se conosco


Entretenimento

Suspense enervante, “Atentado ao Hotel Taj Mahal” revive ato de terror

Publicado

em

Em 26 de novembro de 2008, dez atentados terroristas sincronizados atingiram a cidade de Mumbai na Índia. Cerca de 200 pessoas morreram e mais do que o dobro disso ficaram feridas. Todo o episódio foi estarrecedor, em parte pela dificuldade das forças policiais indianas de responder à altura daquela agressividade. Um desses ataques foi concentrado no prestigiado hotel Taj Mahal e é esse o foco central do filme “Atentado ao Hotel Taj Mahal”.

Leia também: Sucesso de “Vingadores: Ultimato” faz outros filmes remarcarem suas estreias

arrow-options
Divulgação/Imagem Filmes

“Atentado ao Hotel Taj Mahal”

Dirigido por Anthony Maras, pela primeira vez à frente de um longa-metragem, “ Atentado ao Hotel Taj Mahal ” é um filme que não perde de vista o horror, mas enxerga primordialmente a força do espírito humano.

Maras sabe manter o suspense em elevação e conta com um grupo de atores devotados. Armie Hammer  , como um turista casado com uma indiana, está ótimo, assim como Nazanin Boniadi, que faz sua esposa e protagoniza uma das mais tensas e arrebatadoras cenas do longa, mas é Dev Patel , na pele de um corajoso funcionário do hotel quem mais chama a atenção.

A evolução de Patel, que despontou em outro filme ambientado na Índia (“Quem Quer Ser um Milionário?”) como ator pode ser mais bem compreendida ao vê-lo em um papel menor como esse. Ele se habituou a roubar cenas e aqui não é diferente.

Leia também: “O Rei Leão” aposta em nostalgia para conquistar em versão realista

O longa acompanha com paciência, mas forçando o espectador a um permanente estado de aflição, toda a ação terrorista nas dependências do Taj Mahal. Da fé tacanha em Alá (metralhar pessoas tem um peso menor do que apalpar o seio de uma mulher morta) à tentativa desesperada de alguns hóspedes pela sobrevivência, tudo ganha um olhar bastante angulado e humano por parte de Maras, que assina o bom roteiro em parceria com John Collee.

arrow-options
Divulgação/Imagem Filmes

“Atentado ao Hotel Taj Mahal”

Leia também: “Homem-Aranha: Longe de Casa” funcionaria melhor se abraçasse a sátira

Ainda que seja um suspense enervante e muito bem realizado de qualquer ponto de vista cinematográfico, “  Atentado ao Hotel Taj Mahal  ” não se contenta em ser apenas isso. É uma produção que se incumbe de iluminar o absurdo e chacoalhar preconceitos sem abster-se de ser uma homenagem às pessoas que viveram – e as que morreram – aquele horror inominável.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entretenimento

“Vingadores: Ultimato” supera “Avatar” e alcança maior bilheteria da história

Publicado

em

por

Vingadores: Ultimato arrow-options
Divulgação

“Vingadores: Ultimato” superou bilheteria de “Avatar”

“Vingadores: Ultimato” ultrapassou “Avatar” (2009) e se tornou o filme com maior bilheteria da história do cinema. O anúncio foi feito neste sábado (20) pelo presidente da Marvel Studios, Kevin Feigne, durante painel na Comic Con, em San Diego, Califórnia.

Leia também: Após polêmica com “Vingadores”, ministro assina cota para filmes nacionais

De acordo com a Hollywood Reporter , a diferença de bilheteria entre ” Vingadores: Ultimato ” e “Avatar” era de cerca de US$ 500 mil (sem ponderar a inflação) até essa sexta-feira (19). Desse modo, o 22º filme do universo Marvel vai superar oficialmente a premiada produção de James Cameron neste fim de semana – tendo em vista que, no último sábado e domingo, a saga contra Thanos faturou US$ 2,5 milhões globalmente.

“Meu enorme parabéns às equipes da Marvel Studios e da Wald Disney Studios. E obrigado aos fãs ao redor do mundo por levarem Vingadores: Ultimato a essa marca histórica”, celebrou, em nota, o diretor criativo e co-presidente da Walt Disney, Alan Horn.

Leia também: Fã assiste “Vingadores: Ultimato” 110 vezes e entra para o livro dos recordes

O filme de super-heróis lançado mundialmente no ano passado já era detentor de um importante recorde de bilheteria: foi a produção que alcançou maior renda em seu lançamento: US$ 1,22 bilhão.

Mas para superar “Avatar”, foi necessário uma manobra. No mês passado, o filme da Marvel e Disney retornou a várias salas de cinema com o lançamento de uma versão estendida, com seis minutos adicionais em relação ao filme lançado em abril.

Além de celebrar a marca de “Vingadores”, a Marvel também anunciou em seu painel na Comic Con o lançamento de cinco filmes até 2021 (incluindo sequências de “Viúva Negra”, “Thor” e “Doutor Estranho”) e também de cinco produções para reprodução em stream.

Continue lendo

Polícia

Política MT

Política Nacional

Polícia Federal

Mais Lidas da Semana