conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil recupera caixas de cigarros, energéticos e suplementos roubados de empresa de VG

Publicado

em

Assessoria | PJC-MT

Mais de R$ 800 mil em produtos roubados de uma empresa de comércio e representações, ocorrido no último domingo (09), foi recuperado nesta terça-feira (11), pela Polícia Civil em investigação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande.

Foram recuperados 164 caixas de cigarros, 47 latas de suplemento alimentar sustagem, 10 caixas fechadas de energético Red Bull de 250 ml, além de mais 21 latas avulsas de 250 ml, e 23 latas de energético da mesma marca de 437 ml.

A localização dos produtos é fruto de uma denúncia recebida na segunda-feira (10), que rapidamente foi apurada pelos investigadores, coordenados pelo delegado Guilherme Bertoli, na região do bairro Nova Esperança, que informava que várias caixas estavam escondidas em uma região de mata.

Essa primeira informação contou com a participação da Guarda Municipal e da Polícia Militar na averiguação e levou a recuperação de 38 caixas fechadas de cigarros. Após, a Derf assumiu a investigação e passou a realizar outras diligências chegando à localização de mais 126 caixas de cigarros, as latas do complemento alimentar sustagem, e os energéticos.

Os produtos foram levados para a Delegacia de Roubos e Furtos de Várzea Grande e serão restituídos a empresa. Segundo o delegado Guilherme de Carvalho Bertoli, cerca de 90% da quantidade roubada foi recuperada.

“Continuamos com as investigações para identificar os autores do roubo, ocorrido na noite de domingo, após o vigia da empresa ser rendido e amarrado enquanto os criminosos pegam as mercadorias”, informou.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Trio envolvido em homicídio em Araguainha é preso logo após o crime

Publicado

em

por

Assessoria | PJC-MT

Os três autores de um homicídio bárbaro, ocorrido na cidade de Araguainha, foram presos em flagrante pela Polícia Civil de Alto Araguaia com apoio da Polícia Militar, na segunda-feira (18.06), logo após o crime. Os suspeitos, Rosimar Neves da Rocha, 28, Ruan Fernandes da Silva, 18, e Thiago Augusto da Silva, 32, confessaram o crime e foram autuados em flagrante por homicídio qualificado.

O crime que vitimou, Geraldo Pereira Bezerra, 32, ocorreu na madrugada de 18 de junho, na casa da vítima, no Centro de Araguainha. Na ocasião, a vítima foi surpreendida pelos criminosos, que inicialmente o torturaram com golpes de faca e depois atearam fogo em seu corpo.

A Polícia Militar foi acionada por vizinhos que perceberam a ação dos criminosos. Quando a equipe chegou ao local, a vítima ainda estava com vida, porém logo em seguida não resistiu aos ferimento e morreu no local.

Diante da situação, as equipes da Polícia Civil e do Núcleo Investigativo Operacional (NIO) da Delegacia de Alto Araguaia foram acionadas e sob a coordenação do delegado Carlos Roberto Moreira de Oliveira, agiram rápido, conseguindo identificar e prender os autores do crime.

Questionados, os suspeitos confessaram o crime e disseram que executaram a vítima por conta de um desentendimento entre eles. Após serem detidos, os autores foram encaminhados para Delegacia de Alto Araguaia, onde o flagrante foi lavrado pelo delegado Fernando Fleury.

A ação contou com a participação de policiais militares de Ponte Branca, investigadores plantonistas da Delegacia de Polícia Civil de Alto Araguaia, e com a equipe de Policiais do Núcleo Investigativo Operacional (NIO) da mesma Delegacia.

 

Continue lendo

Polícia

Política MT

Política Nacional

Polícia Federal

Mais Lidas da Semana