conecte-se conosco


Policia Federal

PF combate tráfico de drogas e lavagem de dinheiro

Publicado

em

Manaus/AM – A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (15/5) a Operação Arcanjo, com o objetivo de desarticular uma organização criminosa transnacional, estável, com estrutura hierárquica definida, voltada para o tráfico internacional de drogas e a lavagem de dinheiro, no Estado do Amazonas, com ramificações na Colômbia e Peru.

Por ordem da Justiça Federal no Estado do Amazonas, foram cumpridos pela Polícia Federal 10 mandados de prisão preventiva, 2 mandados de prisão temporária, 4 mandados de busca e apreensão, bem como executado o bloqueio de diversos bens móveis e imóveis adquiridos com os recursos obtidos a partir do tráfico internacional de drogas. 

A partir das informações colhidas durante o inquérito policial, a Polícia Federal identificou os responsáveis pela droga e o modo como operavam: o grupo adquiria a droga diretamente com o fornecedor, na Colômbia, e a introduzia no território brasileiro com o uso de embarcações que a transportava pela calha do Rio Solimões até a cidade de Manaus/AM. 

Destaca-se que, no decorrer da investigação criminal, foram presos em flagrante delito, em maio de 2018, cinco colombianos e dois brasileiros, oportunidade em que foram apreendidos aproximadamente 567 Kg de maconha e 64 kg de cocaína.

Os envolvidos responderão, na medida de sua culpabilidade, pelos crimes de organização criminosa, tráfico internacional de drogas e lavagem de dinheiro.

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policia Federal

Operação Encartados desarticula grupo criminoso que praticava crimes contra empregados dos Correios

Publicado

em

por

Mossoró/RN – A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (23/5), na cidade de Mossoró/RN, a Operação Encartados, com o objetivo de desarticular células locais voltadas à prática de roubo a empregados da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos no desempenho da distribuição domiciliar de correspondências.

Estão sendo cumpridos três mandados de busca e apreensão, duas medidas cautelares de implantação de tornozeleira eletrônica e um mandado de prisão temporária. As medidas cautelares foram deferidas pela 8ª Vara Federal e 10ª Vara Federal.

Os crimes investigados ocorreram no final do mês de novembro de 2018 e foram praticados com a utilização de arma de fogo. A pena máxima do delito pode superar 16 anos com a majorante introduzida pela Lei n. 13.654 de 2018.

 

Continue lendo

Polícia

Política MT

Política Nacional

Polícia Federal

Mais Lidas da Semana