conecte-se conosco


Policia Federal

PF combate crimes ambientais em São Sebastião

Publicado

em

São Sebastião/SP – A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (12/7) a Operação Detectoristas Detectados, para apurar denúncia de que alguns integrantes de um grupo estavam realizando escavações ilegais (sem autorização) no subsolo dos Sítios Arqueológicos da Lagoinha, em Ubatuba/SP; São Francisco e Morro do Abrigo, ambos em São Sebastião/SP. O primeiro sítio arqueológico é tombado pelo CONDEPHAAT – CONSELHO DE DEFESA DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO, ARQUEOLÓGICO, ARTÍSTICO E TURÍSTICO DO ESTADO  DE SÃO PAULO – e os dois últimos estão acautelados ao IPHAN – INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO NACIONAL, cadastrados no cadastro nacional de sítios Arqueológicos.

Policiais federais cumpriram três mandados de busca e apreensão domiciliar na cidade de Caraguatatuba, expedidos pela 1ª Vara Federal de Caraguatatuba. Foram encontrados e apreendidos diversos itens pertencentes a tais sítios arqueológicos, inclusive três equipamentos destinados à prospecção desses vestígios no subsolo (detectores).

Os infratores identificados serão indiciados por incorrerem, em tese, nas sanções do art. 62, inciso I, da Lei nº 9.605/1998 (Lei de Crimes Ambientais) e ainda estarão sujeitos à aplicação de pesadas multas pelos órgãos encarregados da preservação e guarda de tais sítios arqueológicos.

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policia Federal

PF combate concussão e lavagem de dinheiro em Vila Velha/ES

Publicado

em

por

Vila Velha/ES – A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (19/7) a Operação Endosso, com o objetivo de desarticular suposto esquema criminoso voltado à prática de Rachid, perpetrado por um vereador do município de Vila Velha. A operação foi realizada em conjunto com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) do Ministério Público do Espírito Santo, e em decorrência das ações realizadas no Fórum de Combate à Corrupção no Espírito Santo – FOCCO/ES.

Aproximadamente 20 policiais federais cumpriram cinco mandados de busca e apreensão, nas cidades de Vila Velha/ES e Viana/ES, nas residências dos envolvidos.

As investigações apontaram que alguns assessores devolviam parte da remuneração que recebiam da Câmara Municipal de Vila Velha para o vereador que os indicou. Os repasses eram realizados através de saques de contas bancárias dos assessores acompanhados de imediatos depósitos em contas de terceiros, além da conta de uma empresa do vereador.

Os investigados poderão responder pelos crimes de concussão (art. 316 do CPB) e lavagem de dinheiro (art. 1º da Lei 9.613/98), cujas penas somadas poderão alcançar 4 a 14 anos de reclusão.

 

Continue lendo

Polícia

Política MT

Política Nacional

Polícia Federal

Mais Lidas da Semana