conecte-se conosco


Tecnologia

Pai e filho constroem uma Lamborghini usando impressora 3D

Publicado

em

Olhar Digital

Um físico do Colorado e seu filho levaram a impressão 3D para o próximo nível. Sterling Backus, diretor científico da KMLabs Inc., está construindo uma versão em tamanho real impressa em 3D da Lamborghini Aventador, um supercarro de US $ 400 mil (R$ 1.5 milhões) com uma aparência semelhante à do Batmóvel.

Lamborghini feita com impressora 3D arrow-options
Reprodução/Facebook

Lamborghini está sendo montada pedacinho por pedacinho

Leia também:Impressora 3D cria casa de 37 m² em apenas 24 horas; veja

Eles estão trabalhando na Lamborghini  há quase um ano e meio por cerca de uma hora por dia, e até agora foram investidos US $ 20.000 para dar vida ao que chamam de “AXAS Interceptor”.

Toda a ideia começou depois que o físico e seu filho estavam jogando Forza Horizon 3 e a criança perguntou se eles poderiam construir um carro igual ao do jogo.

Com exceção do chassi, motor e algumas das outras partes estruturais, todo o corpo do veículo foi criado usando uma impressora 3D e 220 bobinas de termoplásticos. Até mesmo os faróis, lanternas, saídas de ar e outras partes internas foram impressas em 3D, com a maioria sendo encapsulada em fibra de carbono ou fibra de carbono reforçada com Kevlar. 

Lamborghini feita com impressora 3D arrow-options
Reprodução/Facebook

Detalhes da Lamborghini que está sendo feita a partir de impressões 3D

Quanto a seu filho, Backus disse que ele tem um “período de atenção de 10 minutos”, mas ajuda com o projeto quando pode. “Ele tem 11 anos de idade, então ele tem outras coisas que ele quer fazer também”.

A dupla usou um modelo digital em 3D para dividir o veículo em seções menores que poderiam então ser impressas. Ele já se parece muito com uma Lamborghini , mas, como observa o físico, ele e seu filho fizeram o ajuste no design suficientes para, acredita o pai, contornar quaisquer questões legais.

A construção está sendo registrada por meio de uma página no Facebook, completa com fotos e vídeos do projeto enquanto o carro avança em direção à sua própria linha de chegada. Uma vez que o carro esteja completo, ele pretende levá-lo a escolas locais na esperança de inspirar as crianças a seguirem uma carreira nas ciências.

Via: Motor1

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tecnologia

Google Maps passa a mostrar pontos de aluguel de bicicletas

Publicado

em

por

Olhar Digital

Bicicleta elétrica da Yellow arrow-options
Divulgação/Yellow

Bicicleta elétrica da Yellow

O Google Maps é um dos recursos mais utilizados para auxiliar na gestão de caminhos e alternativas para se chegar a algum local. Pensando nisso, o Google  está integrando ao Maps uma outra opção para que os usuários se locomovam: o aplicativo vai mostrar a localização em tempo real de estações de compartilhamento de bicicletas.

Leia também: Google Maps vai começar a informar se ônibus e trens estão cheios

A novidade está chegando aos poucos em 24 cidades do mundo. São Paulo e Rio de Janeiro estão inclusos na rota de implementação da funcionalidade. Algumas pessoas começam a receber a modificação em seus aplicativos do Maps a partir desta quarta-feira (17).

Além de identificar onde se localiza cada uma das estações de aluguel de bicicletas da região, a função mostra a quantidade de bicicletas disponível em cada uma delas. Também é possível descobrir se há um espaço vazio onde a bicicleta poderá será deixada em uma estação perto do seu destino.

A função está sendo disponibilizada tanto no app para smartphones Android e iOS quanto na versão web. Para acessá-la, basta entrar no Google Maps , digitar “bike” e clicar em “Pesquisar”. Será mostrado uma lista de estações próximas e a quantidade de bicicletas disponíveis no momento.

Leia também: Como usar o Google Maps quando estiver sem internet

Reprodução

Essa mudança está se tornando possível graças a uma incorporação de um novo feed global de dados de compartilhamento de bicicletas diretamente no Google Maps. A iniciativa se originou de uma parceria do Google com a empresa Ito World.

As primeiras cidades a receber a função são: Barcelona, Berlim, Bruxelas, Budapeste, Chicago, Dublin, Hamburgo, Helsinque, Kaohsiung, Londres, Los Angeles, Lyon, Madri, Cidade do México, Montreal, Nova cidade de Taipei, Nova York, Rio de Janeiro, área da Baía de São Francisco, São Paulo, Toronto, Viena, Varsóvia e Zurique.

E aí, você já testou a novidade? 

Continue lendo

Polícia

Política MT

Política Nacional

Polícia Federal

Mais Lidas da Semana