conecte-se conosco


Policia Federal

Operação Dia da Lei combate pornografia infantil na internet

Publicado

em

Florianópolis/SC – A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (10/7) a Operação Dia da Lei, para reprimir a exploração sexual de crianças e adolescentes na internet, mediante a divulgação internacional e armazenamento de imagens e vídeos de pornografia infantil. Dez policiais federais deram cumprimento aos mandados judiciais.

As duas investigações correram paralelas e foram iniciadas a partir de relatórios de informação produzidos pela Polícia Federal. A Justiça expediu dois mandados judiciais de busca e apreensão que, no cumprimento, resultaram na prisão em flagrante dos dois suspeitos. Um deles, de 38 anos, foi preso em Florianópolis por baixar, nos últimos meses, diversos arquivos contendo cenas de sexo explícito envolvendo menores de idade. Na mesma situação, o outro, de 39 anos, foi preso em Jaguaruna. Os criminosos utilizavam softwares que possibilitavam o compartilhamento desses arquivos com usuários do mundo todo. Nos dois casos, foram realizadas a arrecadação e a apreensão de equipamentos eletrônicos e de informática utilizados na prática delitiva.

As penas somadas, previstas no Estatuto da Criança e do Adolescente para os crimes de posse e transmissão desses arquivos ilegais, podem chegar a 10 anos de prisão.

O nome da operação, Dia da Lei, faz alusão ao dia de deflagração, pois hoje, 10 de julho, é o dia mundial da lei, que tem sua importância na medida em que todos passem a perceber a lei no seu cotidiano.

 

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policia Federal

PF combate concussão e lavagem de dinheiro em Vila Velha/ES

Publicado

em

por

Vila Velha/ES – A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (19/7) a Operação Endosso, com o objetivo de desarticular suposto esquema criminoso voltado à prática de Rachid, perpetrado por um vereador do município de Vila Velha. A operação foi realizada em conjunto com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) do Ministério Público do Espírito Santo, e em decorrência das ações realizadas no Fórum de Combate à Corrupção no Espírito Santo – FOCCO/ES.

Aproximadamente 20 policiais federais cumpriram cinco mandados de busca e apreensão, nas cidades de Vila Velha/ES e Viana/ES, nas residências dos envolvidos.

As investigações apontaram que alguns assessores devolviam parte da remuneração que recebiam da Câmara Municipal de Vila Velha para o vereador que os indicou. Os repasses eram realizados através de saques de contas bancárias dos assessores acompanhados de imediatos depósitos em contas de terceiros, além da conta de uma empresa do vereador.

Os investigados poderão responder pelos crimes de concussão (art. 316 do CPB) e lavagem de dinheiro (art. 1º da Lei 9.613/98), cujas penas somadas poderão alcançar 4 a 14 anos de reclusão.

 

Continue lendo

Polícia

Política MT

Política Nacional

Polícia Federal

Mais Lidas da Semana