conecte-se conosco


Política Nacional

Marido da deputada Flordelis é executado dentro de casa em Niterói

Publicado

em

deputada Flordeli
Reprodução

Marido da deputada Flordelis, Anderson do Carmo foi executado dentro de casa em Niterói

O marido da deputada federal Flordelis (PSD-RJ) foi assassinado a tiros dentro de casa, no final da noite deste sábado, em Pendotiba, em Niterói, Região Metropolitana do Rio. Segundo informações, o pastor Anderson Carmo foi executado com pelo menos 15 tiros minutos depois de chegarem na residência.,

Leia também: Levy pede demissão da presidência do BNDES após ameaças públicas de Bolsonaro

Segundo fontes da Polícia Civil, a parlamentar estava ao lado do marido no momento da execução. Ela ligada ao senador Arolde de Oliveira, do Partido Social Democrático (PSD) — foi a sexta deputada federal mais votada no estado do Rio de Janeiro e Anderson era o seu articulador político. Segundo pessoas ligadas à Flordelis , Anderson planejava lançá-la como candidata a prefeita de São Gonçalo, em 2020.

Em março de 2018, a parlamentar e o marido foram alvos de bandidos. À época, Anderson disse que “teve um livramento” na tentativa frustrada de assalto. Ainda segundo o pastor, “mesmo com tanta violência, eles não deixariam de acreditar na restauração das pessoas”.

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, lamentou a morte de Anderson nas redes sociais. “Uma pessoa ímpar, exemplo para tanta gente”, declarou a ministro, que também é pastora.

Leia também: “Cristãos em perigo”, diz Feliciano sobre criminalização da homofobia

Pais de 55 filhos, o casal se conheceu em dezembro de 1991, durante um trabalho de evangelismo feito pela cantora. Em abril de 1994, eles se casaram e eram dirigentes da Cidade do Fogo, em São Gonçalo. Flordelis e Anderson são fundadores da igreja Ministério Flordelis, no Galo Branco, também em São Gonçalo.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política Nacional

Carlos Bolsonaro: ocultação de curtidas no Instagram segue “cartilha ideológica”

Publicado

em

por

Carlos Bolsonaro na Câmara Municipal do Rio de Janeiro arrow-options
Câmara Municipal do Rio de Janeiro

Carlos Bolsonaro deu declaração sobre o instagram na tarde desta terça-feira (17)

Carlos Bolsonaro, vereador pelo PSL e filho do presidente Jair Bolsonaro, usou o twitter na tarde desta quarta-feira (17) para criticar a mudança no Instagram que oculta curtidas em fotos. Para ele, o real intuito da marca é “barrar o crescimento dos que pensam de forma independente”.

Leia também: fim da “chuva de likes”? Instagram passa a ocultar total de curtidas no Brasil

Em publicação realizada poucas horas após implementação da mudança no Brasil, Carlos Bolsonaro perguntou se o fato era real e garantiu que a intenção da marca é atrapalhar quem está rompendo o sistema, taxando as justificativas apontadas anteriormente pelo Instagram como parte de uma “cartilha ideológica ‘progressista’” que quer limitar o interesse de formação e “criar manipulados”.

Em pouco tempo, as respostas aos tweets se acumularam. “Claro, o instagram mudou a política de likes por sua causa, Carluxo. Pode confiar”, brincou um dos internautas. Após mais de mil respostas ao tuíte, o político voltou a falar sobre o assunto. “Os ataques que fazem a mim diante desta postagem mostram mais uma vez a verdade”, disse. 

Leia também: Jair Bolsonaro “demite” Carlos da administração de suas redes e o critica 

Mudanças no Instagram

A ocultação nas curtidas do Instagram foi anunciada pela marca no mês de abril como uma maneira de fazer com que os usuários dessem mais valor ao conteúdo das publicações do que ao buzz gerado por elas. O teste foi feito pela primeira vez no Canadá e está em fase de testes em mais alguns locais do globo. No Brasil, a alteração começou nesta quarta. 

Continue lendo

Polícia

Política MT

Política Nacional

Polícia Federal

Mais Lidas da Semana