conecte-se conosco


Agro News

Inscrições para o Selo de Integridade do Ministério da Agricultura terminam dia 31

Publicado

em

As inscrições para a seleção ao Selo de Integridade do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento encerram no 31 deste mês. O selo é um prêmio de reconhecimento concedido pelo ministério a empresas e cooperativas do agronegócio que, reconhecidamente, desenvolvam práticas de integridade, ética, responsabilidade social e sustentabilidade, adotando ações de governança e gestão capazes de evitar desvios de conduta e de fazer cumprir a legislação, em especial a Lei Anticorrupção (Lei 12.846, de 1º de agosto de 2013).

O Pacto pela Integridade que empresas assinam com o Mapa é um compromisso do setor com a implementação de políticas internas de compliance, entendendo que atos ilícitos devem ser impedidos e repudiados não somente pela autoridade pública, mas por toda a sociedade.

O ministro em exercício da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Marcos Montes, destacou a importância de as empresas do agronegócio aderirem ao Selo de Integridade do Mapa. Na avaliação dele, o selo é uma alavanca para estimular as empresas no combate à corrupção e na adoção de boas práticas administrativas. Ele ressaltou a parceria do programa do Mapa com a Controladoria Geral da União (CGU), a Embrapa e entidades privadas como CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil) CNI (Confederação Nacional da Indústria), Febraban (Federação Brasileiras dos Bancos) e o Instituto Ethos.

“O Brasil atravessa um momento de austeridade, um momento onde nós temos que mostrar ao mundo que nós precisamos de mais credibilidade, e o selo é uma grande alavanca para que a gente possa realmente estimular as empresas a demonstrarem o comportamento de moralidade, o combate à corrupção”, disse o ministro. “A gente convoca as empresas para que participem, que ponham o Selo de Integridade à frente de seus produtos, mostrando com clareza essa grande parceria das empresas privadas com o setor público, para a gente fazer a transformação que o Brasil precisa, mostrando ao mundo que o Brasil procura a qualidade associada à integridade”.

O Ministério da Agricultura foi o primeiro a implementar um Programa de Integridade alinhado ao Programa de Fomento à Integridade do Governo Federal (Profip) do extinto Ministério da Transparência e da CGU. O objetivo foi implementar e melhorar as instâncias internas voltadas para o tema integridade e fundamentar essa cultura.

Marcos Montes chama a atenção dos empresários para o fim do prazo de inscrição para aderir ao Selo de integridade. A empresa premiada poderá usar o Selo de Integridade, anualmente, nos seus produtos, sites comerciais, propagandas e publicações. Marcos Montes disse que o ministério vai premiar as empresas contempladas como reconhecimento dos esforços, a fim de que sirvam de exemplo e estímulo para as demais.

“No final de maio, encerram-se as inscrições e temos um comitê que vai avaliar a participação de cada empresa. Depois iremos premiar essas empresas numa festa bonita, de reconhecimento para mostrar ao mundo a credibilidade que todos esperam de nós”, reforçou o ministro.

As empresas de todos os setores da economia já estão sendo cobradas pelo mercado por ações voltadas para a responsabilidade social, sustentabilidade e eliminação de práticas corruptas, seja na relação entre si, com governos municipais, estaduais e federal, no Brasil, e nas suas relações comerciais internacionais.

Mais informações à Imprensa:Coordenação geral de Comunicação Social
imprensa@agricultura.gov.br

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agro News

Ministério estuda a implantação de polo de inovação agropecuária no Rio de Janeiro

Publicado

em

por

O diretor do Departamento de Apoio à Inovação para a Agropecuária do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Luiz Cláudio de França, reuniu-se nesta sexta-feira (24), durante a  8ª Conferência Green Rio, na capital fluminense, com representantes da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento (Seappa-RJ), da Empresa de Pesquisa Agropecuária do RJ (Pesagro-Rio), e da Embrapa Solos, para discutir  a implantação de um polo de inovação agropecuária no Rio de Janeiro.

A ideia é agregar órgãos públicos ligados à agricultura, ciência e tecnologia, universidades e iniciativa privada em busca do desenvolvimento do agronegócio regional e também da difusão de conhecimento em benefício da agricultura de outras regiões do país.

Segundo o diretor, o Mapa já está analisando o instrumento jurídico mais apropriado para viabilizar a articulação interinstitucional necessária para a criação do polo de inovação. “O objetivo é coordenar todas as iniciativas de inovação para agricultura, de forma aberta e transparente para potencializar os esforços das instituições no objetivo comum de elevar a produtividade da agricultura e melhorar os padrões de vida no campo”, declarou França. 

Para o subsecretário de Agricultura Familiar da Seappa-RJ, Adriano Lopes, o polo de inovação agropecuária será a oportunidade  para desenvolver, conjugar e empreender esforços nas áreas de pesquisa, desenvolvimento e inovação,  em busca de melhorias para a agricultura fluminense. “Vai permitir identificar gargalos nas cadeias produtivas da nossa agricultura do ponto de vista tecnológico e encontrar saídas para o desenvolvimento do agronegócio no Estado do Rio de Janeiro”, disse o representante da Seappa-RJ.

O presidente da Pesagro-Rio, Nilton Leal destacou durante a reunião  a importância da iniciativa para a pesquisa agropecuária no Rio de Janeiro. “Será a grande chance de salto em pesquisa e desenvolvimento na área da agricultura familiar que permitirá ao  Estado do Rio de Janeiro planejar uma agricultura com visão de futuro, de desenvolvimento”, afirmou.

Também participaram da reunião o chefe da Embrapa Solos, José Carlos Polidoro e o chefe da Divisão de Política,  Produção e Desenvolvimento Agropecuário, da Superintendência Federal de Agricultura no RJ, Celso Merola.

Mais informações à imprensa:Coordenação-geral de Comunicação Social
Sidney Dantas
imprensa@agricultura.gov.br

Continue lendo

Polícia

Política MT

Política Nacional

Polícia Federal

Mais Lidas da Semana