conecte-se conosco


Economia

Em quinta alta consecutiva, preço dos aluguéis sobe acima da inflação em abril

Publicado

em


Casa envolta por moedas
Reprodução

Entre as 11 capitais estudadas pelo FipeZap, Goiânia apresentou o maior aumento no preço do aluguel

O preço do aluguel de imóveis residenciais no Brasil avançou 0,81% em abril. De acordo com informações divulgadas nesta quinta-feira (16) pelo Índice FipeZap, que mede o valor desses aluguéis, esse é o quinto avanço consecutivo.

Leia também: Desemprego cresceu em 14 das 27 unidades federativas no primeiro trimestre

A alta de 0,81% no preço do aluguel no mês de abril superou a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) no período, que foi de de 0,57%. No ano, o valor médio teve valorização real de 0,41%.

Entre as 11 capitais monitoradas pelo FipeZap, Brasília apresentou a maior elevação de preço no aluguel residencial  no mês (2,47%), enquanto Goiânia registrou a menor (0,12%). Nenhuma capital apresentou queda no valor médio de locação no mês.

A variação medida pela pesquisa considera apenas os preços para novos contratos de aluguel , desconsiderando os já existentes, que são ajustados pelo Índice Geral de Preços Mercado (IGP-M).

Leia também: Sob risco de paralisação, governo quer recursos do FGTS no Minha Casa Minha Vida

De janeiro a abril, o índice acumula alta nominal de 2,5%, acima da inflação de 2,09% calculada pelo IPCA. No acumulado dos últimos 12 meses, no entanto, o avanço de preços ficou abaixo da inflação . Enquanto a alta no preço do aluguel é de 3,06%, o IPCA teve variação de 4,94%.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Fugindo de questões partidárias, Bolsonaro faz apelo por Previdência no Nordeste

Publicado

em

por


Bolsonaro no Nordeste
Genival Paparazzi/Parceiro/Agência O Globo

Bolsonaro fez apelo aos governadores nordestinos pela aprovação da reforma da Previdência

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) aproveitou sua primeira viagem à região Nordeste como chefe de Estado para participar de uma reunião com governadores do Nordeste. O encontro ocorreu nesta sexta-feira (24), no Recife, e tratou um plano de desenvolvimento da região e a busca do capitão reformado por um apelo pela aprovação da reforma da Previdência no Congresso.

Leia também: Guedes vai renunciar se Previdência virar “reforminha”: “Vou morar lá fora”

Bolsonaro  vinculou o sucesso da proposta do governo à capacidade de fazer os investimentos previstos no documento da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene). Os governantes pleiteiam a destinação de 30% do fundo constitucional destinado à região, cerca de R$ 7 bilhões dos R$ 24 bilhões.

“Eu faço um apelo aos senhores governadores do Nordeste : nós temos um desafio pela frente que não é meu, é também dos senhores governadores e senhores prefeitos, independente da questão partidária. É a reforma da Previdência , sem a qual não podemos sonhar em botar em prática parte do que nós estamos acertando aqui neste momento”, declarou.

De acordo com o presidente, a proposta do governo faz justiça e cobra menos de quem tem menos e mais de quem tem mais, cortando privilégios. Ele disse ainda que gostaria que nada fosse alterado no projeto, mas que considera eventuais mudanças legítimas do Parlamento.

Leia também: Brasileiros já pagaram R$ 1 trilhão em impostos em 2019

“É mais do que um direito, é legítimo do parlamento fazer as alterações, para que possamos então sonhar com uma economia que rode a máquina e através dela viemos ter recursos até de fora do Brasil para colocarmos então o Brasil no rumo do verdadeiro”, defendeu Bolsonaro no encontro.

Continue lendo

Polícia

Política MT

Política Nacional

Polícia Federal

Mais Lidas da Semana