conecte-se conosco


Economia

Desemprego cresceu em 14 das 27 unidades federativas no primeiro trimestre

Publicado

em


Vendedor ambulante
Aaron Favila/Agência Pública

Neste trimestre, taxa de desemprego subiu e atingiu 12,7% da população

O desemprego cresceu em 14 das 27 unidades federativas brasileiras no primeiro trimestre deste ano, de acordo com dados divulgados nesta quinta-feira (16) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A comparação foi feita com o trimestre imediatamente anterior.

Segundo o IBGE, os estados do  Amapá (20,2%), Bahia (18,3%) e Acre (18,0%) apresentaram as maiores taxas de desemprego no período observado. Enquanto isso, o menor número de desocupados foi registrado em Santa Catarina (7,2%), seguido do Rio Grande do Sul (8,0%), Paraná e Rondônia ( 8,9% para ambos).

Na comparação com o 4º trimestre do ano passado, as maiores variações foram registradas no Acre, Goiás e Mato Grosso do Sul: 4,9 pontos percentuais (p.p), 2,5 p.p e 2,5 p.p, respectivamente. Em São Paulo e no Rio de Janeiro, porém, o número de desocupados permaneceu estável.

Confira as taxas de desemprego nos estados e no Distrito Federal:

  1.  Amapá: 20,2%
  2. Bahia: 18,3%
  3. Acre: 18%
  4. Maranhão: 16,3%
  5. Pernambuco: 16,1%
  6. Alagoas: 16%
  7. Amazonas: 15,9%
  8. Sergipe: 15,5%
  9. Rio de Janeiro: 15,3%
  10. Roraima: 15%
  11. Distrito Federal: 14,1%
  12. Rio Grande do Norte: 13,8%
  13. São Paulo: 13,5%
  14. Piauí: 12,7%
  15. Tocantins: 12,3%
  16. Espírito Santo: 12,1%
  17. Pará: 11,5%
  18. Ceará: 11,4%
  19. Minas Gerais: 11,2%
  20. Paraíba: 11,1%
  21. Goiás: 10,7%
  22. Mato Grosso do Sul: 9,5%
  23. Mato Grosso: 9,1%
  24. Paraná: 8,9%
  25. Rondônia: 8,9%
  26. Rio Grande do Sul: 8%
  27. Santa Catarina: 7,2%

No final de abril, o IBGE divulgou o índice total de desemprego no Brasil  no primeiro trimestre, que s ubiu para 12,7% e atingiu 13,4 milhões de pessoas , a maior taxa registrada desde o primeiro trimestre de 2018

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Fugindo de questões partidárias, Bolsonaro faz apelo por Previdência no Nordeste

Publicado

em

por


Bolsonaro no Nordeste
Genival Paparazzi/Parceiro/Agência O Globo

Bolsonaro fez apelo aos governadores nordestinos pela aprovação da reforma da Previdência

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) aproveitou sua primeira viagem à região Nordeste como chefe de Estado para participar de uma reunião com governadores do Nordeste. O encontro ocorreu nesta sexta-feira (24), no Recife, e tratou um plano de desenvolvimento da região e a busca do capitão reformado por um apelo pela aprovação da reforma da Previdência no Congresso.

Leia também: Guedes vai renunciar se Previdência virar “reforminha”: “Vou morar lá fora”

Bolsonaro  vinculou o sucesso da proposta do governo à capacidade de fazer os investimentos previstos no documento da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene). Os governantes pleiteiam a destinação de 30% do fundo constitucional destinado à região, cerca de R$ 7 bilhões dos R$ 24 bilhões.

“Eu faço um apelo aos senhores governadores do Nordeste : nós temos um desafio pela frente que não é meu, é também dos senhores governadores e senhores prefeitos, independente da questão partidária. É a reforma da Previdência , sem a qual não podemos sonhar em botar em prática parte do que nós estamos acertando aqui neste momento”, declarou.

De acordo com o presidente, a proposta do governo faz justiça e cobra menos de quem tem menos e mais de quem tem mais, cortando privilégios. Ele disse ainda que gostaria que nada fosse alterado no projeto, mas que considera eventuais mudanças legítimas do Parlamento.

Leia também: Brasileiros já pagaram R$ 1 trilhão em impostos em 2019

“É mais do que um direito, é legítimo do parlamento fazer as alterações, para que possamos então sonhar com uma economia que rode a máquina e através dela viemos ter recursos até de fora do Brasil para colocarmos então o Brasil no rumo do verdadeiro”, defendeu Bolsonaro no encontro.

Continue lendo

Polícia

Política MT

Política Nacional

Polícia Federal

Mais Lidas da Semana