conecte-se conosco


Política MT

Deputado solicita apoio da  Segurança Pública do Estado nas investigações da morte da estudante mato-grossense

Publicado

em

O deputado Adalto de Freitas (Patriota) requereu, durante sessão vespertina nesta terça-feira (21), que a Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) solicite apoio do governador Pedro Taques (PSDB), por meio da Secretaria de Segurança do Estado de  Mato Grosso, para colaborar no processo de  esclarecimentos sobre o assassinato da estudante Erika de Lima Corte, ocorrida no Paraguai.

A estudante cursava medicina no país vizinho e foi encontrada morta em casa. Erika de Lima Corte era filha do ex- Prefeito de Pontal do Araguaia,  Raniel Antônio Corte e da ex-Secretária Municipal de Educação, Marleide de Lima Corte e também prima da vereadora Fabiana Corte.

“Nossos sentimentos vão além, estamos consternados com toda a família. Precisamos descobrir o verdadeiro culpado pela morte da nossa conterrânea de Barra do Garças. Solicito que o parlamento estadual, junto com governo do Estado auxilia, por meio do governo  Federal, nas investigações desse o crime cruel  da jovem. "Sei que as investigações não trarão a jovem de volta, entretanto dará o mínimo de conforto a família”, ressaltou Daltinho.

Moção de Pesar

O deputado Adalto de Freitas (Patriota) apresentou, ainda em plenário, uma Moção  Pesar à família da estudante Erika de Lima Corte. “De forma trágica, Erika  teve sua vida e sonhos interronpidos, uma brutalidade e covardia inaceitáveis, que deixou todos chocados e clamando por justiça. Neste momento apresento essa Moção de Pesar, externando os  meus sinceros sentimentos à família, rogando a Deus conforto e paz nos corações de todos", comentou.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política MT

Requerimento cobra informações da merenda escolar

Publicado

em

por

Foto: JLSiqueira / Secretaria de Comunicação Social

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) deverá fornecer informações a Assembleia Legislativa a respeito dos critérios adotados para formação do cardápio da merenda nas escolas públicas administradas pelo governo do Estado. Isso por conta da aprovação do Requerimento nº 505/2019, de autoria do deputado estadual Wilson Santos (PSDB), na sessão ordinária do dia 10 de julho.

As informações serão consequências de respostas aos seguintes questionamentos: quais critérios são utilizados para a formatação do cardápio oferecido na merenda dos alunos da rede pública estadual de ensino? Qual o cardápio fornecido na rede pública estadual de ensino?  Existe uma padronização quanto aos alimentos ofertados para os alunos das escolas públicas estaduais localizadas na Região Metropolitana do Vale do Rio Cuiabá e no restante do Estado?

Há ainda as seguintes questões: é possível aferir se existem problemas na distribuição da merenda aos estudantes da rede pública estadual de Ensino na Região do Vale do Rio Cuiabá e no restante do Estado? Caso não seja possível aferir os problemas na distribuição da merenda, qual a justificativa para a impossibilidade?

De acordo com a justificativa, o Parlamento busca ter conhecimento a respeito da comida fornecida na merenda escolar para que seja assegurado aos estudantes qualidade nutricional atendendo as diversas faixas etárias.

Continue lendo

Polícia

Política MT

Política Nacional

Polícia Federal

Mais Lidas da Semana