conecte-se conosco


Carros

Conheça a outra Kombi dos alemães

Publicado

em

Motor Show

Van Tempo Matador bege
Reprodução/Twitter

Tempo Matador foi produzido entre 1949 e 1952 com motor 1.1 de apenas 25 cv, sob op banco dianteiro

O hatch Gol foi equipado em seu lançamento, em 1980, com o motor VW a ar na dianteira. Mas não foi o único. No início dos anos 1950, a fabricante alemã Tempo produzia o Matador, que tinha uma proposta semelhante a da Kombi e usava o propulsor do utilitário da VW também posicionado na parte da frente do veículo.

LEIA MAIS: Kombi faz 60 anos: relembre versões icônicas que já foram vendidas no Brasil

O Matador foi produzido entre 1949 e 1952, nas carroceria picape e furgão. O motor 1.1 de 25 cv era posicionado sob o banco dianteiro e ficava atrás do tanque de gasolina (que ficava sob o para-brisa). Apesar da pouca potência, o fabricante destacava que a capacidade de carga do modelo era de 1.000 kg. Mais um ponto que aproximava a Kombi e o modelo da Tempo…

Essa semelhança entre o utilitário feito em Hamburgo e o carro produzido pela VW começou a incomodar a direção da fábrica de Wolfsburg, que não renovou o contrato de fornecimento de motores. Sem os propulsores, a Tempo interrompeu a produção do Matador “VW” após apenas 1.362 unidades.

LEIA MAIS: Volkswagen confirma que vai produzir a nova geração da Kombi

Mesmo assim, a VW, que fabricava a Kombi, não conseguiu matar o Matador. Usando motores fornecidos por outras empresas (como a britânica Austin) e sofrendo várias reestilizações, o Matador sobreviveria a duas fusões empresariais (primeiro com a compra da Tempo pela Hanomag, depois com a aquisição da Hanomag pela Mercedes-Benz) e sairia de linha apenas em 1977, já como Mercedes-Benz L 206 D.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carros

Trator preparado, com 1000 cv, bate novo recorde de velocidade

Publicado

em

por

Depois do cortador de grama mais rápido do mundo a 240 km/h, novos “malucos” decidiram entrar na brincadeira e estabelecer um novo recorde de velocidade inusitado. Com Guy Martin ao volante de um trator Fastrac JC Bamford Excavators, o piloto do Isle of Man TT conseguiu quebrar a marca dos 165,8 km/h, que é o mesmo que a velocidade máxima de um Renault Duster 1.6.

LEIA MAIS: Triumph mostra moto produzida em série com maior motor do mundo

Trator
Divulgação

Trator que bateu recorde de velocidade preserva a maior parte dos componentes originais

Para garantir o recorde de velocidade , o trator é equipado com o motor DieselMax de 7,2 litros e 6 cilindros, que produz cerca de 1.000 cv e mais de 250 kgfm. Tão importante quanto isso, a equipe da Williams Advanced Engineering ajudou a JCB a eliminar o excesso de peso, e em seguida, desenvolveu uma série de aprimoramentos aerodinâmicos. Apesar disso, preserva praticamente todos os componentes originais do trator produzido em massa.

Segundo o piloto Guy martin: “Foi um ótimo dia com o JCB em Elvington, um bom trabalho com engenheiros adequados. O trator  conseguiu cumprir o objetivo esperado sem balançar demais na pista, o que prova que fizeram um bom trabalho de engenharia.

LEIA MAIS: Onix Activ x Ka Freestyle x Argo Trekking: qual dos três hatches vence?

O cortador de grama mais rápido do mundo

Cortador de grama
Divulgação

Cortador de grama da Honda vem com motor V2 de 200 cv da CBR 1000RR Fireblade

Eis o último recordista bizarro: o cortador de grama . Equipado com a mecânica da CBR1000RR Fireblade SP, conseguiu três resultados quase impossíveis de acreditar: uma aceleração de 0 a 100 km/h em 3 segundos, até 160 km/h em meros 6,29 segundos e a velocidade máxima de 242.99 km/h, homologados pelo Guinness World Record.

Sob o comando do cortador de grama — que ainda é capaz de exercer essa função — estava a piloto de manobras radicais com passagens no kart e no automobilismo, Jess Hawkins. Com quase o dobro da potência do primeiro recordista, seus 200 cv empurram meros 69,1 kg (sem piloto e fluidos), resultando em uma relação peso-potência de 0,345 kg/cv — outra insanidade quase impossível de se imaginar.

LEIA MAIS: Veja 5 fatos que já sabemos sobre o novo Chevrolet Onix Sedan

Além da mecânica de motocicleta, traz também sistema de troca de marchas programável com hastes fibra de carbono próximas do volante Sparco, rodas de 10 polegadas da Goldspeed ATV montadas em pneus slick Hoosier e freios bem reforçados: na frente, discos com pinças de quatro pistões e de seis na traseira, tudo ventilado. Na estrutura, o chassi é de aço T45, para suportar toda a força e velocidade que garantiram o recorde de velocidade tão inusitado.

Continue lendo

Polícia

Política MT

Política Nacional

Polícia Federal

Mais Lidas da Semana