conecte-se conosco


Policial

Acusado de estupro foragido há dois anos tem prisão cumprida na Capital

Publicado

em

Assessoria | PJC-MT

Um homem considerado foragido da Justiça há mais de dois anos foi preso pela Polícia Judiciária Civil, na manhã desta terça-feira (11.06), durante ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá.

J.B.O. de 46 anos, estava com a ordem judicial de prisão preventiva decretada desde o mês de maio de 2017, pela 14ª Vara Criminal da Comarca de Cuiabá, acusado de estupro de vulnerável.

Os investigadores da Derf Cuiabá foram solicitados no início da manhã desta terça-feira (11), para dar cumprimento ao mandado de prisão em aberto. Imediatamente, os policiais iniciaram as investigações para apurar o paradeiro do suspeito e descobriram em poucas horas que o procurado estava trabalhando em uma imobiliária.

Em ato contínuo, a equipe logrou êxito em surpreender o suspeito na Praça Ipiranga, região central da Capital. Ele foi informado da ordem de prisão preventiva, conduzido e posteriormente apresentado para audiência de custódia, ficando à disposição do Pode Judiciário.

 

 

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Trio envolvido em homicídio em Araguainha é preso logo após o crime

Publicado

em

por

Assessoria | PJC-MT

Os três autores de um homicídio bárbaro, ocorrido na cidade de Araguainha, foram presos em flagrante pela Polícia Civil de Alto Araguaia com apoio da Polícia Militar, na segunda-feira (18.06), logo após o crime. Os suspeitos, Rosimar Neves da Rocha, 28, Ruan Fernandes da Silva, 18, e Thiago Augusto da Silva, 32, confessaram o crime e foram autuados em flagrante por homicídio qualificado.

O crime que vitimou, Geraldo Pereira Bezerra, 32, ocorreu na madrugada de 18 de junho, na casa da vítima, no Centro de Araguainha. Na ocasião, a vítima foi surpreendida pelos criminosos, que inicialmente o torturaram com golpes de faca e depois atearam fogo em seu corpo.

A Polícia Militar foi acionada por vizinhos que perceberam a ação dos criminosos. Quando a equipe chegou ao local, a vítima ainda estava com vida, porém logo em seguida não resistiu aos ferimento e morreu no local.

Diante da situação, as equipes da Polícia Civil e do Núcleo Investigativo Operacional (NIO) da Delegacia de Alto Araguaia foram acionadas e sob a coordenação do delegado Carlos Roberto Moreira de Oliveira, agiram rápido, conseguindo identificar e prender os autores do crime.

Questionados, os suspeitos confessaram o crime e disseram que executaram a vítima por conta de um desentendimento entre eles. Após serem detidos, os autores foram encaminhados para Delegacia de Alto Araguaia, onde o flagrante foi lavrado pelo delegado Fernando Fleury.

A ação contou com a participação de policiais militares de Ponte Branca, investigadores plantonistas da Delegacia de Polícia Civil de Alto Araguaia, e com a equipe de Policiais do Núcleo Investigativo Operacional (NIO) da mesma Delegacia.

 

Continue lendo

Polícia

Política MT

Política Nacional

Polícia Federal

Mais Lidas da Semana